Ponte Seca

A “Ponte Seca” foi projetada por Eugênio Oberst. A execução da obra foi feita pelo seu filho, Carlos Frederico Salton Oberst. Segundo informações da família, foram utilizadas “três cargas de carroça” de parafusos, para o término da ponte.

A história da chegada da estrada de ferro em Bagé tem início com a assinatura do contrato em 15 de abril de 1874. Este contrato previa a construção da estrada Rio Grande – Alegrete, passando por Bagé. Em 02 de dezembro de 1884, foi inaugurada a linha férrea da cidade de Rio Grande a Bagé, com uma extensão de 280.273 metros. Corriam dois trens diários, um em cada direção, exceto aos domingos.

A primeira composição tracionada pela locomotiva, denominada “Itapevi”, já havia trafegado em 28 de março de 1896. Nas segundas, quartas e sextas, corria um trem de ida e volta neste trecho.

A ligação Bagé – Cacequi completou-se no ano de 1900. A Ponte Seca foi estabelecida em janeiro de 1897, por ocasião da inauguração do trecho Bagé - São Sebastião, no auge do período saladeiril da cidade, tendo, então, papel importante para o desenvolvimento da economia local.

No ano 2000, este local foi declarado patrimônio histórico de Bagé.

Localizada na Av. Presidente Vargas entre as ruas Caetano Gonçalves e 20 de setembro.


Desenvolvido por Vitrine Brasil |